Entenda por que você não deve deixar o seu celular carregando a noite toda

Especialistas explicam que a recarga recorrente do celular degrada a vida da bateria.

celular-carregando

Provavelmente você já tenha escutado diversas vezes que não é recomendado carregar o seu celular mais do que o necessário, que é preciso esperar a carga chegar a 0% para carregar e depois só tirar da tomada quando a bateria atingir 100%. Como explica o portal Time.com, os smartphones possuem baterias de íon de lítio, as quais costumam carregar mais rápido que as baterias comuns recarregáveis. Apesar disso, elas não costumam durar muito, e raramente o usuário consegue ficar o dia inteiro sem carregar mais de uma vez.

Parte disso ocorre pelo tamanho das baterias, que são pequenas e só conseguem acumular tal energia, e parte pela forma como utilizamos nossos celulares: constantemente atualizando o feed de nossas redes sociais, ouvindo música, vendo vídeos, utilizando apps, entre outros. Todas essas atividades fazem com que a bateria vá embora mais rapidamente.

Dito isso, muitas pessoas costumam carregar seus celulares durante a noite para, que no dia seguinte, quando acordarem, a bateria esteja completa. Porém, muitas vezes o celular só precisa de uma ou duas horas para atingir os 100%, não sendo necessário o aparelho ficar a noite inteira ligado na tomada.

Edo Campos, porta-voz da fabricante de baterias Aker, contou ao Time que os celulares modernos são espertos e possuem chips de proteção que evitam que o smartphone receba mais energia do que precisa. O mesmo acontece com bons carregadores, que possuem essa proteção e previnem que o dispositivo capte energia além da necessária. “Quando a sua bateria chega a 100%, por exemplo, o hardware de proteção localizado no interior do celular impede a entrada de energia, desligando o carregador”, explica.

Apesar do carregador se desligar ao atingir 100%, ele ainda vai continuar operando durante a madrugada. John Bradshaw, diretor de comunicações da fabricante de equipamentos para recarga de baterias Cadex Eletronics, explica que, por ter que chegar a 100%, o carregador sempre vai tentar compensar aquele pouco de energia que o celular perde naturalmente. Desta forma, o smartphone é carregado a todo momento, variando entre a carga completa e um pouquinho abaixo dos 100%. Isso faz com que o celular fique mais quente e reduz a sua capacidade com o tempo.

Segundo Campos, a partir da primeira vez que são utilizadas, as baterias dos celulares estão em constante degradação, resultando em uma perda gradual de sua capacidade; é por isso que aparelhos antigos tendem a ficar sem bateria com mais facilidade. Dessa forma, ao deixar o seu celular carregando a noite toda, você está na verdade aumentando o número de recargas dele, ou seja, reduzindo a sua capacidade.

Qual a melhor forma de preservar a bateria?

O melhor a fazer, na opinião dos especialistas, é não esperar que a bateria chegue a 0% para carregar o aparelho. “Descarregamentos completos desgastam mais rápido a bateria do que os descarregamentos parciais”, afirma Bradshaw. Ele recomenda deixar que a bateria chegue a 35% ou 40% para carrega-la: “Isso vai ajudar você a preservar a vida de sua bateria”. É recomendado também que você mantenha o celular “fresco”, tirando a capinha do celular antes de carregar, uma vez que altas temperaturas podem acelerar a degradação da capacidade.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *