9 Dicas Para Escolher Um Software De Gestão Empresarial

Aprenda a implementar um Software de Gestão Empresarial e atualize a administração dos processos de gestão da sua empresa nos moldes mais modernos.

como-escolher-um-software-de-gestao

A utilização de um sistema ERP online não promove apenas uma melhor administração dos processos financeiros, mas também amplia a visão de toda a gestão do negócio, reduz perdas econômicas e custos, além de permitir análises mais eficazes da verdadeira condição da sua empresa.

Isso porque, investir em um desses sistemas, também chamados de ERP, agiliza o processo de tomada de decisões compilando informações úteis em forma de relatórios.

Em determinados tipos de empreendimento como lojas, um sistema de gestão online ainda pode conciliar as informações das suas vendas, com seu relatório financeiro e as baixas do estoque.

Se você precisa otimizar a gestão do seu negócio continue lendo e descubra como escolher um produto adequado.

Leia também o artigo A Importância de um Software de Gestão para sua Empresa

Confira 9 dicas para escolher um bom Software de Gestão Empresarial

1.      Avalie os serviços oferecidos pelo produto

Tenha em mente que esses softwares não são todos iguais e como o mercado tem oferecido muitas opções fica fácil se enganar.

Mesmo aquelas versões consideradas mais completas e que contém módulos parecidos possuem detalhes diferentes, e para saber qual é o sistema ideal para a sua empresa, é necessário verificar se os módulos oferecidos são suficientes para o seu tipo de negócio.

Além de avaliar os serviços disponibilizados é importante analisar melhor os principais sistemas anunciados e em seguida, verifique se o suporte oferecido consegue atender bem às suas necessidades no momento e se em caso de ampliação continuará sendo eficiente.

Não adianta ter uma ferramenta muito completa e a maioria dos serviços não funcionarem para sua empresa.

Conheça as principais funcionalidades de um Software de Gestão Empresarial:

  • Conferência de caixa
  • Emissão e controle de relatório sobre o fluxo de caixa
  • Gerenciamento de receitas e despesas
  • Conciliação bancária
  • Gestão de contas a receber e a pagar
  • Controle de estoque
  • Emissão de Notas Fiscais
  • Gerenciamento de clientes
  • Gestão de contratos
  • Segregação de acesso por funcionários

 

2.      Analise a capacidade de customização e a flexibilidade da ferramenta

Um bom Software de Gestão Empresarialdeve ser personalizável e flexível para que se adeque perfeitamente às suas necessidades.

Certifique-se também se o mesmo possui alto nível de escalonamento. Não sabe o que é isso?

Uma ferramenta com alto nível de escalonamento permite que você a implemente em várias unidades do seu negócio.

Mesmo que você ainda esteja começando, leve em consideração que seu negócio pode crescer, e você poderá usar o software em mais de uma unidade empresarial.

3.      Confira o nível de atualização do Software de Gestão Empresarial

É de extrema importância que o produto seja atualizado periodicamente por seu fornecedor, pois isso permite a inclusão de novos recursos, atributos, oferece correção de possíveis falhas etc.

Desse modo você sempre terá um produto moderno e alinhado às práticas exigidas pelo mercado.Essa característica diminui muito a e redução da eficácia dos processos financeiros e impede o aumento dos custos de propriedade.

Sistemas desatualizados tem tendência a perder desempenho com o passar do tempo, além de necessitarem sempre de manutenção.

Quando ficam assim pode ocorre travamentos, falhas e até perda de dados.

4.      Busque referência na internet ou com outras pessoas

Quando estiver na fase de escolha, a melhor coisa a fazer é conseguir uma lista dos melhores produtos e depois pesquisar para saber a opinião de quem já utilizou.

Se os seus gestores estiverem satisfeitos já conta muitos pontos. Isso prova que a ferramenta cumpre o que promete.

5.      Dê preferência para softwares intuitivos

É fundamental que o produto escolhido seja intuitivo e que seja fácil de implementar e usar, pois tanto os gestores quanto os outros funcionários da empresa precisam conseguir acessar o software sem maiores dificuldades.

Quanto mais intuitivo e simples ele for, com mais facilidade as pessoas irão utilizá-lo sem a necessidade de longos treinamentos.

Programas que são mais complexos,além de deixarem os processos mais lentos ainda oferecem mais chances de erros.

6.      Avalie a capacidade de integração com outros sistemas

Geralmente as empresas utilizam outras soluções para determinados processos e é essencial que o Software de Gestão Empresarialescolhido converse bem com seus sistemas.

Desse modo, a gestão do seu negócio será facilitada e a comunicação e troca de informações entre os diversos setores será mais confiável e segura.

7.      Suporte técnico

Esse é um dos pontos mais importantes na hora de escolher um Software de Gestão Empresarial.

O desenvolvedor da ferramenta precisa garantir um suporte técnico eficiente e facilitado.

Na hora de resolver problemas, a melhor alternativa é contar com ajuda especializada. Isso pode ser decisivo para o crescimento da sua empresa.

8.      Integração online

Nos dias de hoje a acessibilidade é fundamental, por isso você deve verificar se o programa escolhido pode ser acessado via internet com qualquer tipo de conexão e de qualquer local.

Outro ponto importante é que o mesmo esteja hospedado em um local seguro e confiável.

Determinado sistemas não exigem instalação de softwares e todos os arquivos ficam salvos na Internet podendo ser acessados de qualquer local.

9.      Geração de relatórios

Para que um negócio seja bem administrado e as estratégias sejam desenvolvidas de forma efetiva, é necessário que o sistema emita relatórios confiáveis.

A grande vantagem de contratar um bom ERP é que você poderá gerar relatórios integrados para comparar diversas áreas da sua empresa, como comparar o estoque com os clientes, por exemplo.

Ainda não sabe qual Software contratar? Indicamos o GestãoClick que dispõe de todas as ferramentas que falamos nesse artigo, além de poder ser testado gratuitamente durante 10 dias.

Quer mais alguma dica sobre sistema de controle de estoque e vendas? Pergunte nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *